Gatos terapeutas – você sabe como funciona?

Estudos comprovaram que o convívio e a troca de amor com os gatos podem reduzir em 30% o risco de ataques cardíacos nos humanos. A pesquisa realizada pela Universidade de Minnesota durou dez anos e foi realizada com 4.000 (quatro mil) americanos.

Em outra pesquisa científica, desenvolvida pela pesquisadora Dra. Karen Allen, da Universidade Estadual de Nova York, foi analisado o impacto de ter um gato ou cão de estimação na pressão arterial dos donos hipertensos. Ela conseguiu provar que os participantes que tinham pets de estimação tiveram aumento da pressão arterial em situações de estresse em apenas metade das vezes, comparados aos participantes que não tinham animais.

Ainda relacionado à pressão arterial, uma pesquisa da Universidade de Buffalo concluiu que os gatos são mais eficazes no controle da pressão arterial do que os medicamentos para esta doença prescritos atualmente para a maioria dos pacientes.

Já falamos aqui no blog do Adote um Ronrom também sobre o poder de cura do ronronar. Confira aqui mais um ponto positivo de adotar um gatinho!

Além de todas essas comprovações de que os ronrons auxiliam nossa saúde física, muito se fala sobre o poder espiritual e terapêutico trazido pelos gatos. Existem locais que utilizam até mesmo os gatos como terapeutas para diversos tipos de doenças, e inclusive são até mesmo certificados para tal!

gato

Os gatos estimulam nosso cérebro a produzir oxitocina, o hormônio do amor. Com o aumento da produção deste hormônio pelo hipotálamo, os níveis do hormônio cortisol (do estresse) são reduzidos e promovem sensação de bem-estar, harmonia e o fortalecimento do sistema imunológico.

É por todos esses motivos que os gatos são incluídos no time dos terapeutas em “Terapias Assistidas por Animais (TAA)”. O animal certo, que goste de ficar no colo, não se assuste com barulhos e estranhos, que seja dócil e aceite ser afofado pode ser utilizado em terapias em hospitais e casas de repouso.

idosos.jpg

A psicanalista e superintendente técnica na ONG Patas Therapeutas, Silvana Prado, afirma que o contado com os gatos nas TAAs traz inúmeros benefícios aos pacientes pois os animais nos aceitam como somos, o que aumenta nossa sensação de bem-estar.

Já a presença de animais em casas de repouso traz segurança aos idosos. Eles buscam alguém de quem possam cuidar e interagir, e os animais proporcionam esta interação. Os idosos são estimulados a novas tarefas e o carinho puro dos animais resgata neles a capacidade de empenhar-se.

Este na foto abaixo é Buzz the Fuzz, um gatinho resgatado por Sandra Soroka em 2014 com 5 anos de idade no condado de Columbia (Nova York). Buzz foi resgatado de um acumulador de animais, que possuía 39 cães da raça pastor alemão e foi levado para um abrigo pela Columbia-Greene Humane Society.

10711092_583703698407857_2273211271286636601_n

Já em casa, Soroka logo percebeu o temperamento dócil do gatinho. Ela recém tinha perdido se amigo com câncer, e no hospital onde seu amigo esteve internado havia um programa de terapia com animais. Sandra lembrou de como seu amigo ficava feliz com o tratamento e se interessou em cadastrar Buzz como terapeuta.

Buzz foi treinado e recebeu o certificado de gato terapeuta pela Paws for Friendship Incoporated, organização que promove terapias com animais. Buzz the Fuzz vai uma vez por mês à um lar de idosos e participa de sessões em grupos de 45 minutos e após o término, visita nos quartos os idosos acamados.

564299-970x600-1

E o seu ronrom? Também ajuda você e outras pessoas a terem uma vida melhor?

 

Fontes consultadas: http://portalmelhoresamigos.com.br/; http://despertarcoletivo.com/, http://www.gazetadopovo.com.br, http://istoe.com.br/

Imagens: http://sementedacura.blogspot.com.br/, http://www.gazetadopovo.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s