Kefir: um poderoso probiótico também para os gatos

Probióticos são alimentos ou compostos que possuem bactérias benéficas para a saúde do intestino, melhorando a flora da região e também a absorção de nutrientes. Os probióticos podem ser indicados tanto em casos de diarreia quanto de prisão de ventre, pois suas características ajudam a retomar o equilíbrio do funcionamento intestinal.

Dentre os alimentos considerados probióticos está o kefir. O Kefir é um leite fermentado produzido pela fermentação por levedura e bactérias através dos grãos do kefir. Os grãos do kefir são uma associação de leveduras, bactérias ácido-láticas e bactérias ácido-acéticas. Existem dois tipos comumente conhecidos como o kefir de leite e o kefir de água, que dependem do meio líquido no qual as leveduras e bactérias irão se desenvolver.

No caso do kefir de leite, que origina um composto de aparência semelhante a uma coalhada, o processo de fermentação inicia-se ao adicionarmos o kefir ao leite em um frasco de vidro com tampa. Após 24 horas em temperatura ambiente os grãos são coados e o líquido resultante passa por novo processo de filtragem onde resulta em duas fases no produto final: o kefir leban e o soro de kefir.

O kefir leban é a fase sólida de alta digestibilidade, sabor ligeiramente azedo e textura de queijo quark. Já o soro do kefir seria a fase líquida, de coloração ligeiramente amarelada. Pode-se ingerir as duas fases juntas na forma de um iogurte líquido grosso ou ainda proceder a filtragem em filtros de algodão ou de café permanente (nylon), onde os duas fases se separarão.

O kefir é considerado um produto probiótico complexo. Os microorganismos vivos que o compõe são capazes de melhorar o equilíbrio intestinal, trazendo benefícios à a saúde de quem o consome. Ele tem capacidade de imunomodulação, que é resultante da ingestão oral do produto.

Alguns componentes do kefir: vitaminas do complexo B; vit K; triptofano; cálcio, fósforo e magnésio. 4,4 % lipídios, 12,1% cinzas, 45,7% de mucopolissacarídeos; 34,3% proteínas totais; ácido lático (conservante natural – biologicamente seguro), ácido acético e glicônico, álcool etílico, gás carbônico, vit. B12 e polissacarídeos.

Quais os benefícios do kefir?

– Efeito antioxidante;
– Redução dos efeitos da intolerância à lactose;
– Estimulação do sistema imune geral e na mucosa gástrica intestinal;
– Diminuição do colesterol sérico;
– Atividade anticancerígena com inibição do crescimento tumoral;
– Propriedades antimicrobianas (metabólitos produzidos por bactérias ácido-láticas inibem o crescimento de bactérias patogênicas e saprófitas – atividade antagônica) S aurus, E coli;
– Auxiliar no tratamento de síndromes de imunodeficiência;
– Restabelece e equilibra a microbiota intestinal e pode ser usado em casos de diarréia;
– Incrementa o valor biológico das proteínas do leite.

Como introduzir o kefir na alimentação do meu ronrom?

Quando se trata de dar kefir para o seu gatinho pela primeira vez, tente fazê-lo lentamente. Os probióticos como kefir são muito poderosos, então é bom dar ao sistema digestivo tempo para ir se adaptando.

Você deve começar com metade da dose recomendada nas primeiras semanas e, depois de algumas semanas, ir aumentando a dosagem até a quantidade recomendada. Se o seu ronrom reagir negativamente, interrompa e peça auxílio a seu veterinário quanto a dosagem adequada.

No site Cachorro Verde você encontra algumas informações sobre o uso do kefir em dietas naturais para gatos. Uma quantidade aceitável é dar uma colher de chá de kefir para gatos, uma a duas vezes por dia, que pode ser misturada à alimentação natural, ser administrado puro ou em forma do leite de kefir. Consulte sempre um veterinário antes de introduzir novos alimentos à dieta do seu pet.

O kefir pode ser usado na alimentação do seu ronrom e também na sua, para melhorar a imunidade, corrigir distúrbios metabólicos, melhorar as funções digestivas, melhorar a captação e absorção de nutrientes, auxiliar em doenças do trato intestinal, entre outros benefícios.

Para obter o kefir você pode buscar doadores através de amigos, família, e conhecidos, pois via de regra o kefir não está disponível para comercialização: alguém pode te fornecer uma pequena quantidade do kefir e você, quando utiliza, aumento o número e pode passar adiante para outras pessoas utilizares de seus benefícios.

E você, já utilizou o kefir ou outro tipo de probiótico natural? Conta pra gente!

Referências: Blog bicho integral; Facebook Kefir; Veja: cinco alimentos que seu animal pode comer; ABCartículos.

6 comentários sobre “Kefir: um poderoso probiótico também para os gatos

  1. Ilsa Terezinha Fava disse:

    Tenho dois gatos , com 8 e 10 anos.O mais velho fica desesperado quando estou preparando o Kefir. Experimentei colocar um pouco pra ele e tomou tudo. Já dei novamente e ele continua adorando, logo bebe tudo. O outro gato nem experimentou.Ainda bem que pesquisei e vi que não faz mal pra ele, pelo contrário. Vou apenas reduzir a quantidade e número de vezes, pra não haver nenhum problema!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s