Fisioterapia em gatos 

Foto: Pet Fisio

Olá, tudo bem com vocês? Hoje vim falar um pouco sobre fisioterapia em gatos… Muitos papais e mamães de felinos não sabem como lidar com a fisioterapia, e às vezes nem sabem que ela existe!  

Nos últimos anos tivemos um grande avanço na fisioterapia felina, mas ainda não temos um número considerável de gatinhos em reabilitação.

Gatos podem e devem ser tratados, sempre que houver alguma necessidade médica ou que sua saúde estiver em risco, por mais que alguns papais não entendam isso.

Comparado aos amigos caninos, as sessões de fisioterapia dos gatos são reduzidas ao menor tempo possível, e realizadas em maior número de sessões (para compensar).

Foto: Carol Demazi

Abaixo temos alguns pontos sobre a fisioterapia felina:

· Gatinhos curtem caçar e jogar, certo? Então os fisioterapeutas usam destas características para desenvolver o fortalecimento;

· Os tratamentos são de acordo com a aceitação do gatinho. Alguns deles e curtem eletroterapia, outros preferem tratamento de ultrassom, outros nenhum dos dois, então tudo é colocado com cautela.

· A hidroterapia, é bastante utilizada em felinos, mas o profissional precisa ser muitíssimo treinado para fazer corretamente e aumentar a chance de aceitação do paciente, mas 95% dos felinos realizam tranquilamente.

Quais as técnicas mais utilizadas?

· Massagem: ajuda na melhoria de espasmos musculares, aumentando fluxo sanguíneo, elasticidade dos tendões e ligamentos, melhorando articulações e funções musculares;

· Uso de Calor: útil nos casos de osteoartrite, lesões de disco ou outras doenças da coluna vertebral;

· Uso do Frio (Crioterapia): útil para diminuir a dor, edemas e processo inflamatório pós-cirúrgico;

· Laser terapêutico: utilizados para cicatrização de feridas, tratamento de áreas com inflamação e edema, controle da artrose e pós-cirúrgico;

· Eletroterapia: estimulação elétrica para fortalecimento muscular e controle de dor;

· Acupuntura: agulhas nos pontos meridianos para alivio de dor, melhora de condição muscular e recondicionamento físico;

Existem ainda outros métodos e técnicas fisioterápicas de tratamento, cada uma escolhida conforme a demanda do paciente. Para isso, é importante encontrar lugares profissionais e de qualidade.

Sempre que for necessário, procure muito bem e sempre consulte seu veterinário! 

Fontes consultadas: Pet Fisiohttp://petfisio.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s