Depoimento de uma adotada: Charlotte

Normalmente viemos aqui contar o depoimento de um adotante, ou seja, de alguém mega especial que, no Projeto Adote um Ronrom, encontrou um(a) amor peludo e vem compartilhar conosco como ele está.

Eles contam um pouco sobre como está a adaptação, relação com outros gatos ou animais (quando há), brincadeiras e lugares preferidos, saúde, manias e por aí vai.

Mas hoje vai ser um pouquinho diferente, quem vem dar o ar da graça e nos atualizar sobre como está a sua vida com a Jenyffer, mamãe que a escolheu, é a própria adotada: a Charlotte!

P_20170226_020925_1_1

Foto enviada pela Adotante

Confira o que a Charlotte veio nos contar:

“Bom, por onde começar? Hmmm…já sei!

Primeiro vou contar uma novidade maravilhosa, descobri que carinho é MUITO bom. Inclusive se vc deixar a mão parada, eu mesma me faço carinho hahaha mas ainda não estou certa quanto a esse negócio de colo, não curto os humanos querendo me segurar não.

Agora vou falar um pouco sobre o que tem acontecido.
Nós mudamos de cidade e viemos morar junto com o vovô e a vovó (tem uma prima felina também aqui mas, por mais que eu já tenha tentado fazer amizade, ela não é lá muito sociável. Então nos mantemos cada uma na sua área).
A mamãe disse que viemos pra cá, pois as coisas acabaram saindo dos trilhos e aqui ela poderia tirar um tempo para organizar tudo com calma (e sem precisar pagar aluguel!). Então seria tipo férias. Mas esse tempo acabou se estendendo pois a minha irmã, Sally, ficou doente…

A mamãe então decidiu que o melhor era ficar por aqui e me disse que ficando aqui seria mais fácil de ir no veterinário (já temos um que cuidou/cuida de vários animaizinhos da nossa família) e também teria mais tempo disponível para cuidar da Sally. Ela estava tomando remédio 3 vezes ao dia e mais o suplemento alimentício. Eu tentei ajudar também, ficava deitada junto da Sally e ronronando; dei vários banhos nela quando ela já não estava se dando banho sozinha direito e a mamãe disse esses dias que ficou preocupada comigo, pois eu estava comendo menos porque achava que a comida deveria ir para a minha irmã já que ela estava fraquinha (agora já estou comendo normalmente).
Entre idas e vindas do veterinário, melhoras e pioras, altos e baixos, no dia 20 de fevereiro (justamente 2 dias antes do aniversário da mamãe) a Sally não aguentou mais, o veterinário disse que os rins dela pararam completamente (mamãe ainda não tinha me falado, mas a minha irmãzinha estava com insuficiência renal).
Eu tentei manter a compostura e consolar a mamãe (nunca tinha visto ela chorar tanto). Todos os dias eu deito com ela, peço carinho e fico conversando, miando com o mio mais suave que eu consigo dar (todos aqui dizem que pareço um filhote miando).
Minha irmãzinha agora se juntou as várias outras estrelinhas no céu!
Todas as noites eu vou até a janela e olho pra ela, desejando que esteja tudo bem!
É isso, muitos meaawws cheio de amor, Charlotte.”

 

P_20160526_214224

Foto enviada pela adotante

P_20160623_145901_2

Foto enviada pela adotante

P_20160725_163015_1

Charlotte e a maninha Sally

P_20170304_194535_1

Foto enviada pela adotante

Gostou do depoimento amoroso da Charlotte?

Confira os ronrons disponíveis para adoção no nosso álbum Ronrons para adoção, quem sabe logo você também vem nos contar a sua história feliz!

Nossa política de adoção completa no link a seguir:
https://www.facebook.com/notes/adote-um-ronrom/quer-adotar/442077522561367

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s