Afinal, os gatos domesticados são ou não são caçadores?

Esperar, esperar, esperar e… esperar.

 

A palavra de ordem é: esperar, e não importa o quanto.

Os gatos são extremamente estrategistas, pacientes e a sua principal técnica é a espreita.

 

 

Independente do que seja, de comer ou não, se estiver em movimento, virará presa.

 

Quando os gatos não têm acesso a rua, as presas vivas podem sim ser substituídas pelos brinquedos e por isso, esses acessórios além de lúdicos são muito importantes para manter e estimular o instinto de caça. E é importante você lembrar, vez ou outra você pode ser ‘presenteado’ com algo vivo (ou que estava vivo) pelo seu gatinho e isso significa que você realmente é especial para ele. Então, nada de sair correndo, gritando ou brigar com o coitadinho.

 

Afinal, os gatos são caçadores.

 

Inicialmente os gatos eram animais selvagens e caçavam para sobreviver. Aí os egípcios os colocaram dentro de suas casas, mimaram, endeusaram, e a caça para a sobrevivência acabou perdendo o sentindo. Até hoje, mesmo com você alimentando regradinho e diariamente o seu felino, parece que a caça não se faz mais necessária, não é?

 

Errado!! Independente da abundância ou não de comida, se vivem dentro de casa ou não, ele vai caçar. O instinto de caça dos gatos é algo inato, está nos seus genes e o fato de ter um corpinho mais compacto, acaba proporcionando mais rapidez, agilidade e flexibilidade. Eles são bons e não apenas para caçar, mas para lutar e brigar também.

 

 

 

Domesticados ou selvagens, os gatos foram e sempre serão excelentes caçadores, e isso acabou virando tema de estudo. Pesquisadores perceberam que há sim, uma diferença no comportamento entre os gatos domesticados e os não domesticados. Claro, enquanto um não perde tempo, caça e mata para sobreviver o outro caça por diversão, entretenimento e nem sempre come a sua presa.

 

Mesmo caçando por ‘diversão’, uma pesquisa apresentada em
um programa de televisão transmitida pela BBC, mostrou que os gatos domésticos ainda assim são melhores do que os tigres no quesito ‘caçar’. Mais de 100 gatos foram vigiados enquanto estavam sozinhos em casa e foi comprovado que, mesmo domesticados, limitados a quatro e/ou algumas paredes, o instinto de caça e o instinto territorial se fez e faz muito presente.

 

Há e lembra do presente indesejado?

 

 

Pois bem, em condições naturais a mamãe ou o papai introduz presas vivas aos seus gatinhos e começa pacientemente a ensiná-los como comer e depois como subjugar e matar.

 

Você, humano, não é o seu frágil e indefeso filhote, mas você é o companheiro humano dele, correto?

 

Da mesma forma que ele se preocupa com os seus pequenos (filhotes, companheiro, grupo), ele também se preocupa com você.

 

 

Então, nada de surtar com algo morto no seu sapato ou no seu tapete…ele apenas está se redirigindo aos seus instintos e você como bom aluno, aprenda de vez “a lição”, respire fundo e apenas demonstre gratidão pelo ensinamento que o seu cat teacher está tentando ensinar a você (e mais tarde, quando ele não ver, você se desfaz do seu presentinho).

 

 

 

Então, para você, a palavra de ordem é: gratidão.

 

 

Fontes: http://www.viciodegato.com/2015/09/um-presente-do-seu0gato.html

http://www.cidadedaspatinhas.com/gatos-domesticos-melhores-que-tigres-cacar/

http://meusanimais.com.br/os-gatos-cacam/

http://www.linkanimal.com.br/

 

Fotos: http://vivamaisfelizcomanimais.blogspot.com.br/2013_11_01_archive.html

http://www.viciodegato.com/2015/09/um-presente-do-seu-gato.html

http://familia4patas.com.br/blog/por-que-gatos-trazem-sua-caca-para-casa/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s