Oito dicas para você evitar o atropelamento de animais

Quantas vezes já aconteceu, de você estar trafegando com seu carro ou moto e visualizar, no meio do caminho ou mesmo no acostamento, um bichinho desfalecido, vítima de um atropelamento?

 

O número de acidentes envolvendo animais tantos nas vias urbanas quanto em estradas é elevado. Estas ocorrências podem resultar tanto em pequenas lesões e danos materiais, quanto causar graves acidentes envolvendo a vida de humanos e/ou dos animais envolvidos.

 

Todos nós sabemos que as ruas são guardiãs de muitos riscos. Ao deixarmos nossos animais de estimação soltos para o ir e vir das ruas, devemos lembrar que os mesmos estão expostos a esses muitos riscos, que vão desde contrair parasitas e doenças (inclusive algumas que não têm cura como a FELV e a FIV), a se envolverem em brigas, serem envenenados ou atropelados.

 

Portanto, vale lembrar que a melhor forma de garantir a proteção e saúde do seu amigo querido, é mantê-lo dentro de casa. Veja aqui as vantagens da criação indoor.

 

Mas talvez você esteja se questionando: como evitar a saída dele, principalmente quando for um gato, já que não é um animal para se manter em coleira? E o que fazer quanto às pessoas que permitem que seus felinos deem suas voltinhas pela vizinhança?

 

Bom, como ainda existem muitas pessoas que acreditam que seus animais de estimação precisam viver “livres” pelas ruas (ao contrário do que defendemos no Adote um Ronrom), o que nós podemos fazer é ficarmos atentos. E, pensando nisso, listamos algumas dicas para você, que é motorista, saber como evitar atropelamentos e outros acidentes envolvendo animais que por algum motivo transitam pelas ruas.

 

 

Dicas básicas:

 

1, Manter sempre a atenção no trajeto;

2. Trafegar dentro dos limites de velocidade ou em velocidade reduzida;

3. Redobrar os cuidados em rodovias ou locais onde há mata fechada nas margens da via.

 

Quando a vistar um animal na rua:

 

4. Buzinar levemente;

5. Desviar, em geral, pelas costas do animal;

6. Sinalizar com farol alto os carros que vêm em sentido oposto, e se possível ligar para a Polícia Rodoviária ou concessionária responsável pela rodovia;

 

 

Em caso de atropelamento:

 

7. Caso você atropele ou se depare com um animal atropelado, tenha cuidado ao se aproximar, pois eles podem se tornar agressivos devido aos ferimentos,

8. Preste socorro!! Socorra o animal atropelado, transportando-o para um local seguro e se possível levando-o a um veterinário. A vida dele dependerá de sua ajuda.

 

Faça a sua parte, siga nossas dicas e evite acidentes.

 

E como ontem,a 25 de setembro,, foi o dia Nacional do trânsito, o que você acha de nos ajudar a promover a conscientização no trânsito, principalmente a prevenção de acidentes envolvendo os animais??

 

Fonte: http://vigilantesdosanimais.blogspot.com.br/

http://www.meudonoeobicho.com.br/blog/preservando-a-vida-dos-nossos-gatos

 

Fotos: http://www.osmais.com/

http://avidacomgatos.blogspot.com.br/

https://inteiradosinterativa.wordpress.com/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s