Obstrução Urinária Felina

Ocorre com certa frequência de gatos apresentarem problemas urinários em determinada altura da sua vida. As doenças do trato urinário inferior felino (DTUIF) incluem cálculos urinários, obstrução das vias urinárias (ureteres e uretra) e inflamação da bexiga (cistite) ou uretra (uretrite).

 

Os gatos que apresentam essas doenças geralmente têm entre dois e seis anos de idade, e o risco de desenvolverem problemas urinários pode diminuir com o avanço da idade, sendo mais comuns entre gatos mais jovens. Os gatos machos – principalmente os castrados – correm maior risco de desenvolver obstruções na uretra, enquanto a cistite e a uretrite são mais comuns em fêmeas. Isso ocorre porque nos machos a uretra tem um formato fino e estreito, enquanto nas fêmeas a uretra é curta e larga.

 

Nesse post, explicaremos sobre a obstrução das vias urinárias dos gatos e seus sintomas, causas, tratamento e medidas de prevenção. A obstrução urinária necessita de tratamento imediato, pois, quando apresenta esse problema, o gato não consegue eliminar devidamente a urina produzida, então a bexiga vai enchendo de urina, causando dor e muito incômodo abdominal ao animal.

 

Quando a obstrução permanece sem tratamento, a bexiga pode atingir um volume que pressiona os rins e estes param de produzir urina. Assim, os resíduos filtrados se acumulam no sangue e o gato passa a sentir náuseas e falta de apetite.

 

E não para por aí… É possível que o caso se agrave ainda mais quando ocorre desidratação, falência renal e as toxinas presentes no sangue causam desequilíbrio nos eletrólitos. Esse quadro pode levar a arritmias cardíacas e falência de outros órgãos. Além disso, pode acontecer o rompimento da bexiga que resulta em intoxicação em um organismo já debilitado, levando o gato à morte. Se não for descoberta e tratada a tempo, a doença pode ser fatal e pode levar o animal ao coma e a óbito de 48 a 72 horas.

 

 

Casos de obstrução urinária devem são tratados como URGÊNCIA MÉDICA, pois colocam em risco a vida do animal. Portanto é importante ficar bem atento se o seu gato (ou a sua gata) presentar algum desses indícios:

 

– Ir para a caixa de areia com muita frequência e urinar pouco ou nada;

– Miar ao tentar urinar;

– Urinar com sangue;

– O gato também pode lamber excessivamente os genitais quando não consegue urinar;

– Nos machos, pode ocorrer de a parte interna do pênis ficar visível.

 

São consideradas as principais causas de obstrução das vias urinárias:

 

– Infecções na uretra;

– Cristais/pedras nos rins ou bexiga;

– Estresse. É considerado um causador da complicação da obstrução, pois influência na formação de cristais na urina.
;- Castração precoce de gatos machos (geralmente antes dos seis meses de idade).

 

O tratamento requer cuidados intensivos de um veterinário antes e após o processo de desobstrução. Esse processo acontece por meio de sonda uretral ou procedimento cirúrgico para retirada dos cristais/pedras ou para desvio do canal urinário (em casos onde ocorre a necrose do pênis devido à falta de circulação sanguínea no local). Recomenda-se que o gato seja internado para recuperação adequada dos rins e acompanhamento do quadro urinário. Possivelmente, durante o tratamento o gato poderá necessitar de anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos.

 

Como prevenção, é necessário cuidar da dieta e controlar o volume de líquidos ingeridos pelo gato. Pois, assim como ocorre com os humanos, é necessário o consumo de uma quantidade adequada de água para que o sistema urinário do animal funcione corretamente. Os seguintes cuidados também são fundamentais:

 

– Estimule seu gato a beber água. Os gatos que são alimentados com rações secas têm uma menor ingestão de água, por isso produzem uma urina mais concentrada. Estimular estes gatos a beber água é uma medida de prevenção para controlar doenças urinárias. Atualmente, já existem dietas especialmente elaboradas para evitar a formação de cálculos urinários nos gatos, são recomendadas pelo veterinário, muitas vezes como parte integrante de um esquema terapêutico mais completo.

 

– Mantenha limpa a caixa de areia do seu gato. Os gatos são extremamente exigentes com a limpeza da sua caixa de areia. Uma areia suja pode dificultar a sua micção e gerar a retenção urinária, facilitando a formação de cristais/pedras urinários.

 

 

Como o atendimento precoce possibilita os melhores tratamentos da obstrução urinária em gatos, é importante observar atentamente se o seu gato está procurando muito a caixinha de areia para fazer xixi e não está conseguindo, ou se está fazendo muita força para urinar; verificar se a quantidade de urina expelida é habitual ou não. Caso ocorra alguns desses sinais, suspenda a água e o alimento do gato e leve-o a um médico veterinário imediatamente para que sejam realizados os procedimentos necessários.

 

Fontes Consultadas: CachorroGato e ND Online.

Foto: Amor de Gato e Catclub.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s