Gatos e Pessoas Idosas

Sabemos que à medida que a idade avança, tendemos a reduzir nosso grupo de convívio e interação social. Seja em decorrência do falecimento do cônjuge ou do envolvimento dos familiares próximos em diversas atividades, muitos idosos acabam sentindo-se solitários. A convivência com algum animal de estimação é capaz de tornar o dia-a-dia do idoso mais agradável e ajudar a reduzir a carência.

Quando algum bichinho faz companhia a idosos que vivem em instituições e em casa, ajudam a reduzir o stress e a solidão. Os gatos, em especial, são muito companheiros de seus humanos e, muitos deles, apresentam temperamento tranquilo, sendo a companhia ideal para pessoas idosas que têm menos mobilidade.

Ainda, como diversos estudos sobre a relação do comportamento humano e a convivência com animais de estimação já demonstram, viver com um gato melhora significativamente a saúde emocional das pessoas.

Foto: Cidade das Patinhas

Preocupar-se em cuidar do animalzinho faz com que o idoso sinta-se mais ativo e identifique um propósito nas atividades com seu gato. Além disso, brincar com o gato o instiga a movimentar-se. Quando convivem com um animal de estimação os humanos sabem que não estão sozinhos, pois conversam, dormem e acariciam o animal.

No entanto, para garantir a segurança e bem-estar tanto do idoso quanto do gato, é necessário que sejam adotadas algumas medidas relativas a planos de contingência. Como precaução em caso de qualquer eventualidade, todos os donos de animais devem ter planos de contingência, mantendo consigo ou em local de fácil acesso informações básicas sobre os animais como nome, hábitos alimentares, medicamentos, locais onde costuma se esconder, contato do veterinário e quem deve ser chamado para cuidar dos animais. Além desse procedimento, muitas pessoas têm provisões a fim de atender as necessidades financeiras e de cuidados de seus animais de estimação.

Outro ponto a considerar é a dificuldade de locomoção e, consequentemente, transporte que os idosos costumam apresentar. Há modos alternativos com relação aos deslocamentos necessários em função do animal de estimação, também é possível solicitar a ajuda de alguém das proximidades que dirija ou então utilizar táxi.

Além disso, existem lojas de produtos pets que possuem tele-entrega de ração e areia. Entretanto, como os gatos não necessitam frequentar o pet shop com a mesma frequência que os cães, isso os torna ainda mais propícios na hora de fazer companhia para idosos.

Fonte Consultada: Tudo Sobre Gatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s