Obesidade Felina

As causas da obesidade felina são basicamente as mesmas que em  outros animais: a alimentação não balanceada e a falta de exercícios físicos. Entretanto, podem existir outros motivos, como:

  • Predisposição à obesidade de determinadas raças;
  • Idade avançada;
  • Falhas nos horários e/ou quantidade de alimentação;
  • Alterações hormonais.

 

Muita gente pode achar lindo um gato bem gordinho, mas na verdade o peso extra do seu gatinho pode oferecer grande risco à saúde dele. O maior problema da obesidade é que ela também aumenta o risco de outras doenças acometerem o seu ronrom, como:

  • Doenças respiratórias;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doenças dermatológicas;
  • Problemas ortopédicos;
  • Deficiência no trato urinário;
  • Lipidose hepática (gordura ao redor do fígado);
  • Diabetes mellitus tipo 2;
  • Osteoartrite;
  • Distocia;
  • Pancreatite;
  • Dificuldade de cicatrização.

 

Como identificar se o meu gato está acima do peso?

Observe seu felino sempre que possível para verificar se ele está acima do peso.

O que observar? ao olhar o seu gatinho de cima, você deve enxergar sua cintura.

Apalpe! Aproveite também para apalpar a região do tórax do seu felino. Você deve sentir suas costelas, mas não enxergá-las. Veja o exemplo na imagem a seguir:

Como tratar a obesidade?

Controlando a qualidade e os horários da alimentação do seu ronrom, e incentivando a prática de exercícios físicos. Lembrando que o seu gato não precisa dar as famosas “voltinhas” na rua para praticar exercícios, ele pode viver dentro de casa e se exercitar, basta incentivá-lo.

 

Dicas para uma alimentação saudável para seu ronrom:

Caso seu ronrom tenha acesso livre ao alimento, no caso de ele ser identificado com sobrepeso, ele deve passar a ter horários específicos para comer, para controlar a quantidade de alimento ingerida diariamente.

  • Entre 1 e 6 meses de idade, 4 refeições ao dia;
  • Durante o resto da vida, reduzir para 3 refeições ao dia.

 

É indicado a troca da ração para uma com formulação especial (hipocalórica), que é destinada a facilitar a perda de peso de seu animal. Adapte a quantidade à indicada pelo seu médico veterinário;

Retire todo o tipo de alimento que não seja a ração, como comida e biscoitos.

No caso das formulações para perda de peso, o monitoramento do peso de seu animal pelo médico veterinário é essencial.

Após o animal atingir o peso ideal, deverá ser fornecida uma outra formulação, para manutenção do peso ideal. Caso não se interrompa essa prescrição (da ração hipocalórica), o animal permanece perdendo peso, ocasionando magreza e comprometendo a sua estrutura corporal.

Dê preferência rações de qualidade premium e super premium, que possuem os nutrientes necessários para a boa alimentação do seu gatinho.

 

Leia mais sobre alimentação:

– Qual a melhor ração para o seu ronrom?

– O que o seu gato está comendo?

 

Dicas para aumentar o nível de exercícios do seu ronrom:

Crie uma rotina de exercícios para seu gatinho! Os gatos se cansam mais rapidamente. Opte por uma rotina com mais vezes e por menos tempo: de três a quatro sessões de brincadeiras por dia, com duração média entre 10 e 15 minutos.

Gatos não correm ou passeiam. Então, o exercício é brincar com o gatinho.

Separe sempre um tempo do seu dia para brincar com seu felino. As brincadeiras podem incluir cadarços , bolinhas com guizo, caixas de papelão, qualquer estímulo para que eles possam correr um pouco, se movimentar.

Não se esqueça de criar um ambiente que estimule seu bichano a se movimentar, principalmente para os momentos em que não poderá brincar com ele: aposte em diferentes brinquedos, em lugares novos como prateleiras aéreas, lugares para ele escalar, tente sempre inovar.

Fique sempre atento ao emocional do ronrom, a fim de reduzir o medo e a ansiedade.

Pergunte ao veterinário de seu gatinho sobre a erva-do-gato, também chamada de “catnip” ou “cat-grass”. Estudos indicam que essa planta, da família da hortelã, estimula a agitação em diversas espécies de felino. Diversos estudos chegaram à conclusão de que essa erva é terapêutica, com finalidades recreativas. Aposte também em arranhadores (é possível, inclusive, passar o “catnip” no arranhador para atrair a atenção do gato a usá-lo).

Todas essas dicas podem ajudar seu gatinho a perder peso, mas lembre-se que é sempre fundamental consultar um veterinário, principalmente para entender o porquê de o seu gatinho ter sobrepeso, identificar possíveis doenças e tratá-las de maneira correta.

A melhor maneira de prevenir qualquer problema é sempre fazer esse acompanhamento veterinário, e sempre tirar as dúvidas quanto aos hábitos e à alimentação. Assim, você ficará sempre mais tranquilo e seu gatinho viverá feliz. ❤

Fontes: Portal Medicina Felina; Agenda Pet para BolsadeMulher.com; Gateiro.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s